Pesquisar
logotipo-refh-transparente

Publicidade

[uam_ad id=”3500″]

Líder, já tomou sua decisão hoje?

Colunista: Jorge Oliveira

Publicidade

Embora seja um conceito antigo, a capacidade de tomar decisões e mediar conflitos torna-se uma das competências mais requisitadas no mercado de trabalho e, com a gama de informações disponíveis no atual cenário, saber tomar as decisões mais ajustadas torna-se estratégico nos mais variados setores da vida, passando pelo ambiente corporativo e fora dele também.

E como este processo começa?

Toda decisão é antecedida de uma escolha que fazemos e escolha é algo que fazemos todos os dias e a todo momento. O que torna a tarefa mais difícil é encontrar uma forma clara, justa e imparcial para dar um veredito – queremos o “erro zero” – e ainda, ser reconhecidos por nossas atitudes frente a uma situação conflituosa. Ou seja, tomar uma decisão torna-se um verdadeiro desafio.

Os 4 desafios do processo decisório

Neste artigo, trago uma reflexão que intitulei de “Os 4 desafios do processo decisório” e que talvez possam ajudar você nesta jornada. São eles: superar o medo do fracasso, superar o medo da exclusão, escolher quando decidir e buscar o aprendizado com as próprias decisões.

Desafio 1. Superar o medo do fracasso

Mais comum do que se possa imaginar, o medo do fracasso faz parte do ser humano; desde que o medo não se torne pânico – pois este paralisa – não há mal algum. O medo, desde que controlado, nos faz prestar atenção aos detalhes, elaborar melhor nossos planejamentos e atentar para os riscos. No que diz respeito à tomada de decisão, uma coisa é certa: você vai errar um dia!

É importante ter em mente que nenhum líder agradará a todos sempre (ou quase nunca); e ainda, assumir o erro, não procurar culpados e buscar a correção do erro, são condições indispensáveis neste processo.

Desafio 2. Superar o medo da exclusão

Muito próximo do medo de errar, está o medo da exclusão, também conhecido como rejeição ou ainda em uma linguagem mais atual, cancelamento. A autoestima é uma das necessidades humanas já pesquisadas e comprovada e ninguém gosta de se sentir excluído. Senso comum, é associado o erro à exclusão e não é raro encontrarmos este cenário nas empresas. Buscar o desenvolvimento da sua resiliência, talvez seja o caminho mais apropriado para não desistir de sua missão e continuar na busca do acerto.

Desafio 3. Escolher quando decidir

A resposta para esta questão é: o quanto antes. Ficar protelando uma ação, só dificulta a decisão e pode gerar consequências mais complexas. Tão importante quanto decidir o momento, é não se omitir de agir, pois uma coisa é certa: seu time espera uma atitude de você.

Desafio 4. Aprender com as próprias decisões

A tomada de decisão é decorrência de um processo que envolve a busca pela maior quantidade de informações sobre o fato ocorrido, o desenvolvimento de técnicas de comunicação, o aprimoramento da escuta ativa e a otimização da empatia. Sendo assim, este movimento decisório torna-se também um ambiente de aprendizagem sem deixar de considerar que, quando erramos, também aprendemos (ou pelo menos deveríamos aprender) e este talvez seja onde mora o último desafio do processo decisório.

Líder, já que decidir faz parte da sua rotina diária, escolha por agir!!!

Leia outros artigos

O que achou desse artigo?

Publicidade

Publicidade

Publicidade

REF&H
Enviar